Cumim, garçom e maître? Saiba a diferença

 In Receitas

Cumim, garçom e maître

O setor gastronômico é amplo, se mantém em alta e acompanha o crescimento dos serviços. Mas, atualmente, há uma enorme dificuldade em encontrar profissionais bons e capacitados. O aperfeiçoamento de quem lida com alimentação deve ser constante e é primordial ter prazer em servir as pessoas. A alternativa para quem quer entrar e permanecer neste mercado é buscar a qualificação. Além de treinados, os profissionais da área precisam trabalhar em sintonia.

Reclamações de clientes sobre atendimentos ruins em bares e restaurantes ainda é uma constante, mesmo em algumas capitais, onde há maior estrutura. Contudo, a sinergia entre o cumim, o garçom e o maître é determinante para fidelizar a clientela e, quando estes profissionais são realmente bons, trabalham buscando a perfeição. Devem ser disponíveis e humildes. Realmente, o público é exigente e gosta de ser bem servido, por isso não é nada fácil trabalhar em quaisquer dessas funções.

Cumim

Organização é a palavra de ordem ao cumim. Sua atuação é primordial para que o atendimento seja impecável. É o profissional que prepara tudo para o jantar: coloca e recolhe os utensílios levando-os à copa, auxilia o garçom na mudança de pratos e ajuda os chefs. Ainda realiza a limpeza e os arranjos gerais. Parecem funções simples, mas um cumim deve ser desenrolado e proativo, principalmente.

Garçom

Um restaurante ou bar também é muito analisado conforme o atendimento de seus garçons, profissionais que recepcionam, dão sugestões, esclarecem dúvidas, anotam os pedidos e os servem. Não são carregadores de bandejas. Faz parte das capacidades deste atendente saber tudo do cardápio, conhecer combinações de pratos e bebidas, entender de etiqueta e, especialmente, oferecer um atendimento impecável com agilidade, raciocínio rápido, flexibilidade, capacidade de observação, simpatia, disponibilidade horário e até mesmo buscar aprimoramento num curso de inglês.

maître

A palavra maître é de origem francesa e significa chefe. Este desempenha outra importante tarefa em um restaurante. Lidera a equipe de trabalho assegurando que todos os servidores concluam suas tarefas de forma eficiente. É o responsável que cuida da agenda de visitas dos clientes, participa da elaboração de menus, recebe as reclamações e representa o estabelecimento em novas oportunidades de negócios.

Para desempenhar um bom papel junto aos clientes, esses profissionais nunca devem parar de estudar e se aperfeiçoar, enriquecendo seus currículos com cursos de capacitação. Existem incontáveis inúmeros cursos e diversas instituições como, por exemplo, o SENAC. Na culinária é básico que o profissional, de qualquer cargo, aceite a responsabilidade de ser um especialista, ter conduta, disciplina e compromisso. Como citado pelo chef de cozinha José Faustino Paiva, “Servir não é apenas colocar comida na mesa. É fazer com que essa comida seja inesquecível”.

 

Leia também esse artigo: Já pensou em ser um personal chef?

Recent Posts

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Contate-nos

Responderemos o mais breve possível.

Start typing and press Enter to search

Menus executivos - ConichefComida di buteco - Conichef