Negócio e segurança: como abrir uma franquia?

 In Franquias, Marketing gastronômico

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /home/u763230864/domains/conichef.com.br/public_html/wp-content/plugins/js_composer_theme/include/autoload/vc-shortcode-autoloader.php on line 64

Negócio e segurança: como abrir uma franquia?

Quer empreender, mas tem alguns receios? Quantas vezes não lemos que o empreendedor precisa ser ousado e correr riscos, mas e as pessoas que gostam de certa segurança, que preveem todo o piso antes de continuar a caminhada, não podem empreender? Claro que sim, se alguém disser que não, só estará perdendo a noção básica de empreendedorismo: criar as próprias possibilidades, caso elas não sejam as mais comuns, populares ou existentes.

Por isso, acredite que sempre haverá um meio de empreender de acordo com o seu próprio perfil. Se você deseja iniciar um negócio que traga uma boa estrutura, um público fiel, um modelo bem sucedido de empresa, com crescimento rápido e que ainda te proporcione boas noites de sono. Vale investir numa franquia, já pensou nisso?

Para tanto, aos nossos leitores empreendedores, especialmente aos que buscam segurança nos negócios, hoje, em apenas uma palavra, diremos como escolher a melhor franquia!

  1. F) Antes de tudo e o mais importante, parece bobagem, romantismo, mas é um dos segredos para o negócio ter sucesso: Acompanhar o dia-a-dia da empresa e avaliar se ele te faz bem, se existe uma identificação da sua parte com o trabalho ali produzido. Identificação com o projeto que tomará horas do seu dia de agora em diante é, sem dúvida, uma prioridade.
  2. A) Definido o seguimento do negócio e avaliada a marca, verifique se a empresa tem mesmo um savoir-faire, um know-how, ou seja, se é testada no mercado ou se é bem estruturada, para isso, você pode acompanhar a ABF Expo Franchising, (GERAR LINK) a maior feira de franquias do Mundo. E, claro, siga os passos de sua estruturação assim que abrir sua franquia, afinal, será preciso atingir os padrões do franqueador, a liberdade neste tipo de negócio não é a mesma de um negócio totalmente próprio, mas a como
  3. Z) Fique de olho no tempo do contrato e analise se o retorno do capital investido ocorrerá antes de seu fim. O retorno financeiro pode variar, portanto, tenha uma reserva de pelo menos 3 meses do valor do capital de giro.
  4. E) Comprometimento com o franqueador: a Lei de Franquia (Lei 8.955/94) no Brasil não estabelece quais tipos de royalties podem ser cobrados. Existem os tipos de royalties em que a empresa cobra um percentual em cima do faturamento bruto, os que cobram sobre o faturamento líquido, tem aqueles que cobram uma taxa fixa, dentre outros. Portanto, cabe ao franqueador definir a maneira como cobrará e ao franqueado de solicitar total esclarecimento sobre as taxas a serem pagas antes de assinar o contrato.
  1. R) Para concluir, faça! Planeje-se, mas tire suas ideias do papel. Você pode ter sucesso com a franquia e adquirir experiência, tato, savoir-faire suficientes para iniciar mais tarde um negócio inteiramente seu, caso seja seu objetivo, ou simplesmente continuar a desfrutar de uma vida mais estável com a sua franquia.

*Savoir-faire = capacidade de encontrar êxito, tino, tato.

*Know-how = saber prático, habilidade adquirida pela experiência.

Recent Posts

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Contate-nos

Responderemos o mais breve possível.

Start typing and press Enter to search